BLOG DO 2º BPM - UNIÃO DOS PALMARES/AL - (82) 3281-2555

Geral



 
 

Decisão de Conselho dá parecer favorável à ação do Bope

Decisão de Conselho dá parecer favorável à ação do Bope


Acusação de excesso durante atuação da PM em movimento grevista do Detran ocorreu no ano passado

O Conselho Estadual de Segurança, através do ofício nº 378/2009, informou ao comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dalmo Sena, a decisão do processo nº 083/2008 relacionado ao caso de uma possível repressão do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) aos grevistas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O fato ocorreu no dia 31 de julho de 2008, por volta das 10 horas, na sede do Detran, quando os servidores do órgão realizavam uma reivindicação durante um ato grevista.

De acordo com o acórdão nº 098/2009, lavrado no último dia 16 de novembro, durante a 6ª sessão ordinária foi julgado o processo que envolve o comandante da operação, o então capitão Renilton Rodrigues Dantas, atualmente major e subcomandante do Bope. Por unanimidade, os conselheiros decidiram acolher a solução apresentada na sindicância nº 046, presidida pelo tenente-coronel José Valdir Pereira de Lima.

Segundo o relato, “a ação policial do BOPE foi pautada de um planejamento, legalidade, necessidade e proporcionalidade de critérios e padrões de normas internacionais, não havendo, portanto, transgressão disciplinar ou crime de qualquer natureza”. O plenário decidiu, ainda, por maioria de votos, apresentar um voto de elogio e parabenizar o major Dantas por seu comportamento na condução da ação policial durante o movimento grevista.

O conselho entendeu que o oficial agiu de modo adequado e pudente, usando do mínimo de força necessária e não-letal para cumprir sua missão, atuando com presteza e rigor para cumprir o dever maior da Polícia Militar, que é garantir a ordem pública e o direito de todos.

O comando geral da Polícia Militar publicou em Boletim Geral Ostensivo da corporação a concordância com a conclusão e determinou o arquivamento dos autos.

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 14:46:27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

PM recebe visita de policiais argentinos

PM recebe visita de policiais argentinos

Cadetes da Escola de Polícia San Martín conheceram a Academia de Polícia da PMAL

Cento e trinta cadetes da Escola de Polícia San Martín, da província de Córdoba, Argentina, estiveram ontem pela manhã (04) na Academia de Polícia Militar de Alagoas Senador Arnon de Mello. Eles fazem no Estado uma visita de estudos para aproveitamento no curso de oficiais daquele país.

Para o diretor de polícia, comissário-major Gustavo Javier Villagre, a visita está sendo muito importante para o conhecimento dos alunos. “Vemos as polícias brasileiras com grande prestígio pelo trabalho desenvolvido diariamente no que diz respeito à operacionalidade”, explica o comissário.

Os policiais argentinos foram recepcionados pelo subcomandante geral da PMAL, coronel Luciano Silva. Ele também destacou a troca de conhecimentos entre as polícias como uma boa forma de mostrar o valor que a PM alagoana tem fora do estado e do país. “Certamente é um motivo de orgulho para nós saber que somos vistos com bons olhos pelos nossos vizinhos”, frisou.

A volta dos argentinos está marcada para o próximo dia 10. Até lá, a viagem ficará por conta das visitas aos principais pontos turísticos de Maceió.

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 14:21:10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

Oficiais se capacitam em curso de treinamento físico

Oficiais se capacitam em curso de treinamento físico

Solenidade de encerramento ocorreu na Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello

A Polícia Militar de Alagoas finalizou na manhã desta quinta-feira (03) mais um curso de Metodologia e Treinamento Físico Policial Militar (CMTFPM). Ao todo, quarenta oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros participaram do curso que tem o objetivo de formar multiplicadores de atividades físicas para a tropa nos batalhões e outras unidades das corporações.

Para o 2º colocado do curso, tenente PM Luiz Gonzaga, o treinamento físico oferece uma melhor qualidade de vida ao policial militar, além de suprimir algumas deficiências no preparo físico voltado para cada um. “Agora temos uma padronização na forma de treinamento e o próximo passo é difundir o trabalho dentro do batalhão”, ressaltou o oficial.


Composição da mesa das autoridades

O chefe do Departamento de Educação Física da PM, major Silvestre Soares, frisou a importância da capacitação física do policial e do bombeiro militar para a atuação nas atividades fins. “Capacitar, conscientizando sobre os cuidados com a saúde é essencial para o desenvolvimento do corpo e também da mente”, disse.

De acordo com o comandante geral da PM, coronel Dalmo Sena, este foi o 35º curso realizado pela PM somente neste ano. Aproximadamente, 2 mil policiais militares, entre oficiais e praças, foram capacitados nos mais diferentes cursos. “Isto mostra a preocupação que a Corporação tem com a formação e o aprimoramento técnico de seus profissionais”, salientou.

Também estiveram presentes na solenidade de encerramento o procurador geral de Justiça do Estado de Alagoas, Eduardo Mendes, o corregedor geral da PGJ, Francisco Sarmento, promotores de Justiça, oficiais e praças da Polícia Militar.

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 09:59:12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

Entre com contato com o 2º BPM

DENÚNCIAS, SUGESTÕES OU CRÍTICAS


ENTRE EM CONTATO COM O 2º BPM:

(82) 3281 2555 - COPOM - 24h

(82) 8833 4179 - SUPERVISOR DE OPERAÇÕES - 24h

(82) 3281 2446 - SALA DE APOIO ADMINISTRATIVO / FAX - 08:00h às 14:00h de seg a sex

OU ENVIE UM EMAIL PARA: segundobatalhao@hotmail.com  (novo email).


Assessoria de Comunicação do 2º BPM.



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 12:08:59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

Primeira turma de praças femininas da PM de Alagoas comemora 20 anos

Primeira turma de praças femininas da PM de Alagoas comemora 20 anos


Depoimentos emocionados resgatam trajetória da carreira da mulher militar no Estado; emocionadas, elas contam como superaram os rigorosos critérios para acesso à carreira

As 47 mulheres que ingressaram na primeira turma de praças femininas da Polícia Militar de Alagoas comemoraram na manhã de onte, dia 1º, no Auditório Aquatune, do Palácio República dos Palmares, 20 anos de atuação à frente da corporação. A solenidade aconteceu em clima de emoção e contou com retrospectiva fotográfica do começo da carreira, depoimentos da trajetória e conquista das mulheres ao longo destas duas décadas, bem como homenagens aos primeiros monitores e instrutores da turma.

A major Valdenize Ferreira, a única oficial superior dessa turma, recordou fatos que marcaram o início da profissão destas mulheres, a exemplo de enfrentar dificuldades e desafios em um universo predominantemente masculino. Durante a solenidade, foi contada a saga da mulher na corporação, cujo caminho foi marcado por lutas, lágrimas e vitórias. Segundo a major Valdenize, para ingressar na corporação àquela época, a mulher militar enfrentou preconceitos e exigências que chocavam com a sensibilidade versus vaidade inerente às mulheres.

“Só entrava na Polícia Militar quem tivesse no mínimo 1,70 de altura, fosse solteira, não tivesse filhos e só poderia casar depois que completasse dois anos de ingresso na corporação”, lembrou a major, emocionando-se ao recordar o choro das mulheres, sobretudo as de cabelos longos, que tiveram de cortá-los bem curtos, como forma de se assemelhar à aparência masculina.

“Mulheres de cabelos longos tiveram de cortá-los e muitas choraram”, reforçou, deixando patente que o sacrifício das primeiras praças, neste aspecto, não se repete nos dias de hoje. As policiais conquistaram as madeixas longas e podem soltá-las fora do horário de expediente. De acordo com ela, a exigência era uma forma de puni-las, uma vez que, na visão dos homens, elas estavam invadindo o espaço deles.

“Eles eram tímidos e desconfiados e não sabiam a dosagem de cobrança de trabalho. Exigiam que fôssemos supermulheres, mas em compensação fomos muito bem preparadas para a vida policial militar. Eles cobravam demais e a gente se preparava demais”, ponderou a major, salientando que, atualmente, em todos os postos ocupados por homens há mulheres desempenhando as mesmas funções, a exemplo do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Radiopatrulha, funções burocráticas, entre outras.

Ainda segundo a major Valdenize, para ingressar na carreira militar, a mulher precisa ter coragem, motivação e disciplina, uma vez que vai trabalhar em defesa da sociedade. Ela lembrou um episódio em que ficou ferida na cabeça durante uma ocorrência, quando um homem tentava matar a esposa. “Coloquei a arma para trás e lutei com ele, com os outros policiais. Ele tinha um objeto cortante e atingiu minha cabeça. Levei vários pontos”, conta, orgulhosa por não ter usado a arma de fogo que portava, para se defender.

Na opinião dela, o conceito da Polícia Militar em Alagoas mudou de forma significativa com a presença feminina, trazendo razão e sensibilidade ao trabalho da corporação. “A mulher tem uma visão mais ampla de sua aplicabilidade de polícia junto à sociedade porque tem mais sensibilidade em momentos críticos. A mulher se sente parte da sociedade e, por essa razão, se sente mais segura nas missões, planejando melhor e buscando a perfeição”, reforçou a major Valdenize, coordenadora do Programa de Educação e Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).

Não menos orgulhosa de fazer parte da PM alagoana, define-se a subtenente Luciane Souza, do Batalhão da Polícia Escolar, também integrante da primeira turma de praças femininas. Ela disse que ingressou na carreira por falta de opção de emprego aliada à influência de alguns policiais na família. “Achava as solenidades militares bonitas, mas não tinha a menor noção do dia-a-dia da profissão. Encontramos um ambiente masculinizado e tivemos de nos adaptar aos policiais e eles a nós, mulheres, recém-chegadas à corporação”, lembrou a subtenente.

Segundo ela, os ajustes necessários às duas partes trouxe como saldo a mudança de comportamento dos componentes da PM. “Eles (policiais masculinos) foram se moldando à gente, apesar da desconfiança no que se refere ao nosso potencial. Demonstramos que segurança não se faz só com truculência e uso de força, mas há situações em que há espaço para diálogo e resolvê-las sem violência”, destacou a tenente.

De acordo com ela, as mulheres à época atuavam em funções específicas, trabalhando com crianças ou como relações públicas, mas quando se deu a unificação dos quadros, elas conquistaram os mesmo cargos que os homens. Outro avanço que a adesão das mulheres trouxe à PM diz respeito à revista de mulheres, uma vez que somente os homens eram revistados. “A partir de então, as mulheres passaram a ser revistadas por policiais mulheres e os homens, por policiais masculinos e femininos”, contou a subtenente Luciana.

Entre os momentos difíceis que marcaram suas vidas, as militares recordaram da Operação Cor-de-Rosa, quando a artista Xuxa Meneghel visitou Alagoas, levando-as a permanecer durante três dias de pé e salto alto, fazendo a segurança da população e da estrela.

Durante a solenidade comemorativa dos 20 anos da mulher na Polícia Militar de Alagoas, foram homenageadas personalidades que fazem parte da história dessas mulheres, a exemplo do coronel João Evaristo. Ele foi destacado pelo caráter exigente, organizado e perfeccionista; o coronel Dimas Barros (comandante do pelotão da turma), aplaudido de pé pela plateia composta principalmente por mulheres; a coronel Cláudia (primeira subcomandante da Companhia Feminina da PM) e o 1º sargento Gilberto, monitor do pelotão da turma.

Fonte: Agência Alagoas

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 11:35:46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

PM oferece atendimento oftalmológico gratuito

PM oferece atendimento oftalmológico gratuito



O 4º Batalhão de Polícia Militar, em parceria com o Instituto de Olhos de Alagoas (Iofal), realiza até às 18 horas de hoje (1º de dezembro) atendimento oftalmológico preventivo direcionado a policiais militares, parentes e familiares com idade a partir de 40 anos. O atendimento ocorrerá na sede do 4º BPM, situado na Rua Goiás, nº 610, Farol.

O objetivo da parceria é proporcionar um atendimento gratuito e de qualidade para prevenir e tratar possíveis doenças como retinopatia diabética, catarata, glaucoma, entre outras de maior incidência entre os pacientes.

Para garantir o atendimento no dia 1º, o policial militar deve estar de posse dos seguintes documentos: Carteira do Sistema Único de Saúde (SUS), cópias do comprovante de residência, do CPF e do RG

Mais informações podem ser obtidas através dos números 3315-1490 e 3315-1491 ou na própria sede da unidade.

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 11:14:44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

Policiais paraibanos conhecem Centro de Gerenciamento de Crises da PMAL

Policiais paraibanos conhecem Centro de Gerenciamento de Crises da PMAL

Durante almoço no comando da PMAL, policiais militares paraibanos foram recepcionados pelo subcomandante da PMAL, coronel Luciano Silva

A Polícia Militar de Alagoas recebeu a visita de policiais militares da Paraíba para um intercâmbio de conhecimento entre os Centros de Gerenciamento de Crises das PMs dos dois Estados.

De acordo com o coordenador de Gerenciamento de Crises da PMPB, tenente-coronel Josman Lacerda de Albuquerque, a referência sobre os trabalhos desenvolvidos pelo Centro de Gerenciamento de Crises da PMAL foi o que levou ele a vir conhecer de perto as atividades aqui em Alagoas. “Estive em Brasília, e lá fui sugerido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário a visitar o Centro de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar alagoana”, disse o oficial.

Hoje (1º), o tenente-coronel e o sargento Edmelson de Oliveira, auxiliar da Coordenação de Gerenciamento de Crises da PMPB, estarão na Fazenda Aracaty município de Atalaia para acompanhar uma reintegração de posse. Eles retornam à Paraíba na próxima sexta-feira, dia 04.

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 11:03:07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

PM garante segurança durante realização de provas do Enem

PM garante segurança durante realização de provas do Enem



A Polícia Militar de Alagoas vai garantir reforço policial antes, durante e após a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontece nos dias 5 e 6 de dezembro.

De acordo com o capitão PM Luiz Santos, responsável pelo planejamento e distribuição do efetivo, cerca de 200 policiais militares serão empregados para realizarem a escolta do material até os locais de prova da capital e do interior do Estado. “O policiamento ostensivo a pé e motorizado também será mantido durante a aplicação dos exames e no recolhimento”, confirmou.

O pedido para incremento na segurança foi solicitado pelo Ministério da Educação e pela Secretaria Nacional de Segurança Pública a todos os estados brasileiros, motivado pelos incidentes ocorridos após vazamento das provas em outubro último, o que culminou com o adiamento do certame que acontece este fim de semana.

Segundo o subcomandante da PM, coronel Luciano Silva, o processo seletivo ocorrerá dentro da normalidade. “A Polícia Militar fez todo o planejamento para a escolta das provas e com certeza elas serão realizadas sem nenhuma anormalidade. Todo o contato prévio já foi feito com os Correios e com o Ministério da Educação, falou.

Andréa Medeiros - Seds

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 10:58:20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

Pilar recebe reforço na segurança

Pilar recebe reforço na segurança



O Comando de Policiamento da Capital intensificou o policiamento na cidade de Pilar. Da última quinta-feira (26), até domingo (29), o município recebeu um fluxo maior de pessoas devido ao XXI Festival do Bagre.

Além do 8º BPM, responsável pelo policiamento em Pilar, o evento teve o reforço de efetivos da Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello, Colégio da Polícia Militar, Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, Centro de Assistência Social, Seções e Diretorias do Quartel do Comando Geral da PM.

A orientação, segundo o CPC, foi coibir o acesso de pessoas nos locais de eventos portando armas de fogo, instrumentos cortantes e contundentes, além do porte e o comércio de quaisquer tipos de drogas. Também foi impedido o acesso de pessoas com garrafas, copos de vidros, espetos e objetos que pudessem causar ferimentos.

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 23:12:29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

PM qualifica mais de 500 policiais

PM qualifica mais de 500 policiais


Trinta e dois cabos e quinhentos e vinte soldados freqüentaram o Curso de Formação Complementar de Praças (CFCP)

A sociedade alagoana ganhou mais qualidade na área de segurança pública. Com a solenidade de formatura do Curso de Formação Complementar para Praças – CFCP/2009, turma B, ocorrida na manhã da última sexta-feira (27), 552 policiais militares adquiriram mais conhecimentos técnicos que serão implantados em atividades diárias do policiamento ostensivo.

Durante a solenidade, que ocorreu na Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello, os primeiros colocados receberam os certificados de conclusão do curso das mãos do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Dalmo Sena. Mesmo sob forte chuva, a tropa reafirmou o compromisso de bem servir a sociedade através de um juramento e encerrou a formatura com um grande desfile militar.

Os policiais militares concluintes receberão as promoções para as graduações de cabos e sargentos assim que forem tomados os procedimentos legais. Trinta e dois cabos e quinhentos e vinte soldados deverão ser promovidos.

“Estamos orgulhosos, pois sabemos a importância que todos eles atribuíram ao conhecimento e ao desenvolvimento de habilidades para transformar problemas em desafios”, destacou o coronel Dalmo Sena.

O CFPC teve início no último dia 20 de julho e funcionou cinco meses no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP). Nesse período, os policiais militares tiveram a oportunidade de adquirir uma formação técnico-profissional complementar através das diversas disciplinas que foram ministradas. Ao longo do curso, eles aprimoraram os conhecimentos em áreas como ética policial militar, policiamento ostensivo e direitos humanos.

Participaram da solenidade, ainda, o secretário-adjunto de Defesa Social, delegado Washington Luiz, oficiais e praças da corporação, além de familiares dos formandos.

Por Assessoria de Comunicação Social da PMAL (5ª Seção do EMG) - www.pm.al.gov.br



Escrito por 2º BPM - Cb Bento às 22:22:52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
    Categorias
      Todas as Categorias
      Polícia
      Geral
      Tecnologia
      Entretenimento
      Comunicação Social
    Outros sites
      UOL - O melhor conteúdo
      Polícia Militar de Alagoas
      Zumbinet
      Gazeta web
      Procuradoria Geral do Estado de Alagoas
      Nicanor Filho
      iG - O mundo é de quem faz
      Demonstrativo de Pagamento
      Receita Federal do Brasil
      Diário Oficial de Alagoas
      Agência Alagoas
      Rádio Gazeta AM Maceió (Ao Vivo)
      Rádio CBN FM RJ (Ao Vivo)
      Rádio Globo AM RJ (Ao Vivo)
      Rádio Gazeta FM Maceió (Ao Vivo)
      Rádio Antena 1 FM Blumenau (Ao Vivo)
      Rádio Jovem Pan FM SP (Ao Vivo)
      Rádio GNT (Ao Vivo)
      Rádio Multishow FM (Ao Vivo)
      Rádio Teletema (Ao Vivo)
      Rádio SporTV Music (Ao Vivo)
      Rádio The 80's (Ao Vivo)
      Esoterica FM
    Votação
      Dê uma nota para meu blog